Capa » NOTÍCIAS » PANDEMIA IMPEDE PROGRESSÃO DE REGIME AOS APENADOS DO F.O.C, E FAMILIARES FAZEM APELO ÀS AUTORIDADES COMPETENTES

PANDEMIA IMPEDE PROGRESSÃO DE REGIME AOS APENADOS DO F.O.C, E FAMILIARES FAZEM APELO ÀS AUTORIDADES COMPETENTES

Compartilhe:

Insatisfeitos com a lentidão judiciária e temendo que os reclusos adoeçam na prisão.  Familiares fazem carta direcionada à VEP e ao Promotor da Vara de Execuções Penais, pedindo celeridade na progressão de regime dos apenados que já atingiram o benefício.
Abaixo o conteúdo da carta, que já viralizou nas redes sociais:

Aos senhores responsáveis pelo Sistema Carcerário desta cidade de Rio Branco -Ac: I.A.P.E.N e Vara de Execuções Penais – VEP.

Os familiares dos reeducandos que se encontram privados no Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde vem por meio desta carta solicitar as autoridades competentes principalmente a excelentíssima juíza da VEP, Adimaura Souza da Cruz, ao representante do MP na pessoa do promotor de justiça, Tales Fonseca Tranin, uma atenção maior aos processos de apenados que atingiram o seu benefício de progressão de regime.
Sabemos que o momento em nossa sociedade é crítico e muito delicado. Reconhecemos todos os esforços do governo e equipe para ajudar a população acreana neste momento de crise epidemiológica.
Nossa intenção não é apontar erros e sim somar forças para passarmos por esse momento juntos, da melhor maneira possível.

Considerando que por trás daquelas muralhas há seres humanos com esperanças de dias melhores. Ressaltando que nós, familiares, estamos auspiciosos para recebê-los para o convívio familiar.

Não cabe aqui apontar os erros que os levaram a tais circunstâncias.

Salientamos a ausência do estado que não tem atendido aqueles apenados que já cumpriram suas sentenças imposta pela justiça.

Porém, a VEP que tem trabalhado atendendo ao decreto estadual, reduzindo o quadro de servidores do TJ, o que tem prejudicado na elaboração do RAP (Relatório de Acompanhamento de Pena) e esta morosidade tem congestionado devido acúmulo processos de vencidos.
Assim sendo, há inúmeros processos aguardando simplesmente um despacho que não acontece a quase 2 meses.

Pedimos que as autoridades competentes vejam que há um grande risco de contaminação dentro Complexo Penitenciário,  uma vez que há Policiais Penais e  presos infectados.

Por assim ser, pedimos por nossos familiares ali reclusos que muitas vezes gozam do benefício da liberdade e o Estado não tem atendido.

Pedimos ao senhor Governador, Gladson Cameli, e a Magistrada da Vara de Execuções Penais e representante do Ministério Público que busquem uma maneira eficiente e célere para atender aqueles apenados com benefícios da progressão de regime atingido.

Atenciosamente,

Familiares de Presos no Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Redação Diário Fronteira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*